Farmácia Rangel
Belarmino
Lacca Laboratório
Pizza Expresso
Falub
Nacional

Em grande jogo, Santa Cruz derrota o Bahia e diminui diferença para o G-4


Em grande jogo, Santa Cruz derrota o Bahia e diminui diferença para o G-4

Uma grande vitória para um grande jogo. Em um confronto envolvendo duas tradicionais equipes do futebol brasileiro, foi o Santa Cruz quem levou a melhor. O jogo foi movimentado, cheio de alternativas, mas prevaleceu a força do elenco coral. O placar apontou 3×1 para o Mais Querido, com gols de Anderson Aquino e Luisinho, duas vezes.

Com o resultado, o Santa Cruz chegou aos 22 pontos e diminuiu a diferença para o G-4 – são apenas cinco pontos de diferença para o Náutico, quarto colocado da Série B. Nas últimas 10 partidas, o Tricolor foi derrotado apenas uma vez. E no Arruda, sob o comando de Marcelo Martelotte, foram quatro vitórias em quatro jogos.

A partida desta terça-feira, que teve o Santa Cruz como vencedor, também marcou a estreia do novo padrão coral. O uniforme que homenageia o tri-super campeonato pernambucano foi lançado justamente neste 28 de junho, dia em que se comemora o aniversário do inesquecível título estadual de 1993. De fato, foi uma grande noite para o Mais Querido.

Análise da partida 

O clássico nordestino teve início com vantagem do Tricolor pernambucano. Até os 10 minutos, o Santa Cruz foi superior na partida e pressionou o Bahia. João Paulo, de fora da área, e Wellington, depois de escanteio, estiveram próximos de abrir o placar para o Mais Querido.

Mas, a partir daí, a equipe baiana cresceu de produção. Apesar disto, o Bahia não conseguiu chances muito claras. As melhores oportunidades vieram em sequência, com Kieza e Eduardo, aos 28 do primeiro tempo. Tiago Cardoso salvou em ambas as jogadas.

Quando a equipe baiana parecia mais perto de abrir o placar, o gol saiu. Mas foi do Santa Cruz. Lelê arriscou de longe, a bola desviou na zaga e sobrou para Luisinho. O atacante teve a calma de rolar para Anderson Aquino, que só teve o trabalho de encostar para a meta. 1×0 Tricolor do Arruda.

Aos 39 minutos, em cobrança de escanteio, Thales escorou de cabeça e empatou o jogo.  Antes do final da primeira etapa, Lelê ainda teve uma boa chance de desempatar, mas a zaga do Bahia conseguiu afastar.

Segundo tempo 

A cara da partida não mudou muito no segundo tempo. Os baianos tinham mais a bola, eventualmente chegavam com perigo, mas não conseguiam traduzir a situação do jogo em um domínio evidente.

O Santa Cruz tentava levar perigo em contra-ataques. Aos 18 minutos, em uma grande jogada do ataque coral, o Mais Querido voltou a ficar em vantagem no placar. Mais uma vez, o gol teve a participação dos mesmos atletas: Lelê, Anderson Aquino e Luisinho.

O camisa 11 roubou a bola no meio-campo e tocou para Aquino. O artilheiro da Série B devolveu o presente para Luisinho, deixando o atleta na frente do gol.  O ex-atacante do Atlético/GO não perdoou. Chute forte, sem chances para o goleiro. 2×1 Santa.

Depois de abrir vantagem no marcador, o Mais Querido cresceu ainda mais na partida. O ímpeto do Bahia não era mais tão forte.  Segura na defesa e forte nos contra-golpes, a equipe coral levava perigo.

Tanto é que, antes do apito final, o placar foi aumentado. Luisinho, mais uma vez, foi o autor do gol após grande jogada de Anderson Aquino e Renatinho. Final do clássico nordestino e vitória do Santa Cruz, por 3×1.

Fonte: Site Oficial do Santa Cruz


Cachorro Quente
Armazém Loureço
Cerâmica Campo Alegre
Parque dos Maracatus
Donna

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário