Falub
Belarmino
Pizza Expresso
Farmácia Rangel
Lacca Laboratório
Carpina

Por ausência do representante do Ministério Público, Júri não acontece em Carpina


Por ausência do representante do Ministério Público, Júri não acontece em Carpina

Um julgamento que tinha como pauta uma tentativa de homicídio, não foi realizado, na última terça-feira (29) em Carpina. O promotor Felipe Akel não compareceu alegando problemas de saúde. De acordo com a denúncia do Ministério Público, Elaine Barboza de Lima seria a mandante da tentativa de assassinato de Reginaldo Celestino dos Santos, que foi atingido por um golpe de facão na cabeça. Ainda segundo o MP, participaram da ação delituosa, Fábio Soares de Aguiar e Rinaldo Alves dos Santos. O caso ocorreu em Fevereiro de 2011.

Com a não realização do Júri, o julgamento ficou para o segundo semestre de 2017, quando sairá a nova pauta.


Donna
Armazém Loureço
Cachorro Quente
Parque dos Maracatus
Cerâmica Campo Alegre

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário