Farmácia Rangel
Falub
Lacca Laboratório
Esportes

Agora é oficial! Timbu é rebaixado em derrota diante Atlético/MG


Agora é oficial! Timbu é rebaixado em derrota diante Atlético/MG
Diego Tardelli, um dos destaques do Atlético-MG no Brasileiro, fez grande performance neste sábado
Foto: Ramon Bitencourt / Agência Lance
Acabou o martírio do Náutico na edição 2013 da Série A do Campeonato Brasileiro. Na noite deste sábado, em duelo válido pela 32ª rodada do torneio nacional, o Atlético-MG fez grande partida na Arena Independência para arrasar a equipe pernambucana por 5 a 0, resultado que rebaixa o clube alvirrubro com uma das piores campanhas desde o início dos pontos corridos na competição.

Atlético-MG fez 5 a 0 no Náutico na Arena Independência Foto: Ramon Bitencourt / Agência Lance
Atlético-MG fez 5 a 0 no Náutico na Arena Independência
Foto: Ramon Bitencourt / Agência Lance

 

O time pernambucano não pode mais fugir da zona do rebaixamento, pois tem mais 18 pontos a disputar, sendo que a distância para o Fluminense, 16º, é de 19 pontos – 17 contra 36. Com o rebaixamento consumado com seis rodadas de antecedência, a equipe alvirrubra torna-se o segundo time a ser rebaixado mais cedo no Brasileiro dos pontos corridos – só perde para o América-RN, que em 2007 caiu na 31ª rodada da competição, sete antes do fim.

Após decretar o fechamento do caixão do adversário curiosamente no Dia de Finados, o Atlético-MG, que tem o foco na disputa do Mundial no Marrocos, sobe para a sexta colocação, com 48 pontos. Ambas as equipes voltam a atuar pelo Campeonato Brasileiro no próximo fim de semana: o clube mineiro visita o Bahia no sábado, às 19h30 (de Brasília), enquanto os pernambucanos cumprem tabela contra o ameaçado Criciúma no mesmo horário, mas no sábado.

Com novidades na equipes titular com as entradas de Réver, Lucas Cândido e Guilherme, o Atlético-MG mostrou a superioridade técnica desde o início e fez Ricardo Berna trabalhar logo aos 6min, em chute de Fernandinho. A equipe mineira não demorou a abrir o placar: aos 10min, Diego Tardelli fez bela jogada e serviu Fernandinho, que deu cavadinha em Berna para deixar os donos da casa na frente.

Acuado, o Náutico viu o adversário ter seguidas chances e sucumbiu novamente aos 22min. Deste vez, Fernandinho roubou a bola no campo de ataque e serviu Jô na área, que apenas empurrou para o gol como um tradicional centroavante, O Náutico raramente chegava ao ataque e não conseguia conter o domínio do adversário, mas saiu para o intervalo sem levar uma goleada.

Com o placar feito, o Atlético-MG demorou a apresentar grande intensidade no segundo tempo. A partir dos 12min, contudo, o time alvinegro voltou ao rtimo da etapa anterior. Primeiro, Guilherme marcou após desvio de Jô em cobrança de escanteio. Na sequência, Jô teve duas grandes oportunidades, mas foi Diego Tardelli quem marcou. Um dos melhores em campo, o atacante cobrou falta com perfeição aos 21min para deixar o seu.

A goleada prosseguiu pouco mais tarde: aos 29min, em seu primeiro toque na bola, Alecsandro completou cruzamento de Luan e viu a bola morrer no fundo do gol. A equipe alvinegra tirou o pé do acelerador após construir 5 a 0 e viu o tempo passar enquanto os torcedores atleticanos faziam festa nas arquibancadas do Independência.

 

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 5 X 0 NÁUTICO

Local: estádio Independência em Belo Horizonte (MG)
Data: 2 de novembro de 2013, sábado
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Assistentes: Marcio Gleidson Correia Dias (PA) e Sergio H. Campelo Gomes (MA)
Cartões amarelos: Bruno Collaço e Martinez (Náutico)
Gols: Fernandinho, aos dez, e Jô, aos 22 minutos do primeiro tempo; Guilherme, aos 15, Diego Tardelli, aos 21, e Alecsandro, aos 29 minutos do segundo tempo

 

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva e Lucas Cândido; Josué (Luan), Pierre , Guilherme e Diego Tardelli; Fernandinho (Neto Berola) e Jô (Alecsandro)
Técnico: Cuca
NÁUTICO: Ricardo Berna; Auremir, João Filipe, William Alves e Bruno Collaço; Elicarlos, Derley, Martinez e Tiago Real; Maikon Leite (João Paulo) e Olivera (Helder)
Técnico: Marcelo Martelotte

Fonte: terra


CESP Carpina
Maxima Contabilidade
Cachorro Quente
Armazém Loureço

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário