Farmácia Rangel
Lacca Laboratório
Falub
Esportes

Náutico bate o Luverdense-MT por 1×0 na estreia da Série B


Náutico bate o Luverdense-MT por 1×0 na estreia da Série B

Após campanha discreta no Pernambucano e Copa do Nordeste, a diretoria alvirrubra resolveu cair em campo e contratar sete reforços para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B. Cinco deles estiveram presentes na vitória por 1×0 sobre o Luverdense-MT, na tarde deste sábado (09), na Itaipava Arena Pernambuco: os zagueiros Fabiano Eller e Ronaldo Alves, os meias Rogerinho e Hiltinho e o atacante Douglas. Além dos jogadores, a outra estreia do dia ficou por conta do terceiro uniforme da equipe, usado no confronto contra o time do Mato Grosso. Antes da bola rolar, o volante João Ananias recebeu homenagens referentes à marca de 80 jogos com a camisa alvirrubra. Em campo, o Timbu venceu o adversário pelo placar mínimo, 1×0, gol marcado pelo estreante Hiltinho, ainda no primeiro tempo. O próximo desafio do time alvirrubro pela Série B será contra o Boa Esporte-MG, fora de casa. A partida acontece em Varginha, no próximo sábado (16), às 16h30.

O Jogo

O Náutico começou o jogo tomando a iniciativa e quase abriu o placar com menos de cinco minutos, na falta cobrada por Patrick Vieira, o goleiro Edson se esticou todo e colocou para escanteio.

Mas aos 17 minutos, o Timbu inaugurou o marcador depois da roubada de bola de Marino, no setor de meio-campo, Douglas tocou entre a zaga do Luverdense-MT que jogava em linha e deixou Hiltinho livre de marcação, o meia finalizou, Edson deu rebote e o próprio jogador mandou para as redes. Náutico 1×0 Luverdense-MT.

O placar aberto trouxe tranquilidade para equipe alvirrubra que estava melhor em campo. O Náutico continuava dono das ações, enquanto o adversário não levava perigo à meta de Júlio César.

Aos 20 minutos, Rogerinho arrancou pela esquerda e cruzou, o goleiro Edson saiu providencialmente, evitando que a bola chegasse a Douglas.

O Timbu era melhor na partida. Rogerinho pela esquerda e Hiltinho pela direita esbanjavam velocidade, e Douglas, flutuando no setor ofensivo, teve as melhores oportunidades.
Aos 34 minutos, Patrick Vieira fez belo lançamento para Rogerinho que apareceu livre de marcação, o atacante até que finalizou, mas o goleiro Edson, como um líbero, fez a defesa, evitando que o Timbu ampliasse o placar.

Pouco tempo depois, Marino cruzou na primeira trave, Douglas escorou de cabeça para trás e Hiltinho subiu mais que o zagueiro, cabeceando no contrapé de Edson, mais uma vez o goleiro do Luverdense-MT fez outra grande defesa.

A única chance real de perigo do time do Mato Grosso surgiu aos 43 minutos. Após falta cobrada na área alvirrubra, Osman escorou de cabeça e Montoya, livre de marcação, cabeceou para fora, desperdiçando boa oportunidade.

2º Tempo

Para a segunda etapa, a equipe alvirrubra retornou com a mesma formação. O time do Luverdense-MT começou assustando após cobrança de escanteio, houve um leve desviou na área, mas a bola terminou de posse alvirrubra.

O time do Mato Grosso tentava sair para o jogo e deixava espaços principalmente em sua defesa que jogava em linha. Num lance desse tipo, Douglas lançou Patrick Vieira, que sairia na cara de Edson, se o bandeirinha não tivesse marcado impedimento.

O Náutico era superior ao adversário e depois de uma falta sobre Gastón na quina da área, Rogerinho cobrou e a bola saiu nas redes pelo lado de fora. Metade do público presente na Arena chegou a gritar gol.

O Luverdense-MT, com a bola rolando, não criava oportunidades e só conseguia levar perigo nas bolas paradas. Aos 19 minutos, o lateral-esquerdo Paulinho cobrou falta frontal e acertou a trave direita de Júlio César.
Aos 22 minutos Patrick recebeu lançamento de Hiltinho, nas costas da zaga adversária, arrancou em velocidade, invadiu a área, mas finalizou fraco, nos pés do goleiro Edson.

A partir daí, o jogo caiu tecnicamente de produção e o técnico Lisca resolveu mexer na equipe. Na primeira alteração, ele tirou Patrick Vieira e promoveu a entrada de Pedro Carmona. Depois foi a vez de Bruno Alves entrar na vaga de Rogerinho.

O Náutico continuou com mais posse de bola, embora não tenha criado situações de gol. Aos 40 minutos foi a vez de Josimar entrar no lugar de Douglas.

O Luverdense-MT, em mais uma jogada de bola parada, levou perigo. David Saconni chutou e a bola bateu nas redes pelo lado de fora, lance bem parecido com a cobrança de Rogerinho, momentos antes, pelo Náutico. O árbitro da partida deu três minutos de acréscimo, mas o placar permaneceu mesmo em Náutico 1×0 Luverdense-MT.

Ficha do jogo

Náutico 1
Júlio César; Guilherme, Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Gastón Figueira; João Ananias, Marino, Hiltinho, Patrick Vieira (Pedro Carmona) e Rogerinho (Bruno Alves); Douglas (Josimar). Técnico: Lisca

Luverdense-MT 0
Edson; Raul Prata, Montoya, Everton e Paulinho; Júlio Terceiro, Michel Schmoller (Ticão), Diego Rosa (Rafael Tavares), Deyvid Sacconi e Osman (Damata); Ciro. Técnico: Júnior Rocha.

Local: Arena Pernambuco
Árbitro: Léo Simão Holanda (CE)
Assistentes: Arnaldo Rodrigues de Souza e Armando Lopes de Sousa (Ambos do CE)
Gol: Hiltinho (17 do 1ºT)
Cartões amarelos: João Ananias, Hiltinho, Ronaldo Alves e Patrick Vieira (Náutico); Raul Prata e Júlio Terceiro (Luverdense)
Público e renda: 5.440 / R$ 91.175,00

Fonte: Site Oficial do Náutico

 


CESP Carpina
Armazém Loureço
Cachorro Quente
Maxima Contabilidade

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário