Falub
Lacca Laboratório
Farmácia Rangel
Nacional

Geração de energia atenderá demanda de 2016, segundo Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico


Geração de energia atenderá demanda de 2016, segundo Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico

Foto: Agência Brasil

Nesta quarta-feira (13) o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), que é vinculado ao Ministério de Minas e Energia (MME), divulgou um parecer, em que afirma que o suprimento energético deverá ser suficiente para atender a demanda estimada em 64.573 megawatts (MW) médios em 2016. “Há sobra estrutural de 9.359 MW médios para atender a carga prevista”, diz nota técnica.

O Comitê realizou o primeiro encontro do ano, avaliando que o regime de chuvas verificado desde o final de 2015 para o Sul, ficou em 294% da média para dezembro. No Sudeste as chuvas ficaram em 99% da média no mês passado. Segundo a avaliação, o risco ‘apagão’ será zero nas duas regiões que mais demandam energia no País.

O CMSE informou que o risco de déficit de energia para 2016 é próximo de zero para as demais regiões, mesmo com as chuvas de dezembro no Norte (29%) e no Nordeste (28%) tendo ficado abaixo da média histórica. Isto porque, no ano passado, entrou em operação um adicional de 6.428 MW no Sistema Interligado Nacional (SIN), superando a previsão inicial de 6.410 MW.

O comitê também manteve a decisão de agosto do ano passado, na qual determinou o desligamento de usinas térmicas com custo de geração superior a R$ 600 por MWh. As demais devem ser mantidas em operação até o fim do período chuvoso, enquanto o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) monitora quanto de geração térmica será necessário para garantir o abastecimento de energia no País.

Isto pode significar que usinas movidas a gás e diesel podem ser desligadas, em caso de sobra na geração. Como essas térmicas operam com custo mais alto do que as hidrelétricas, o desligamento delas pode tornar a conta de luz mais barata.

 

Fonte: Portal Brasil, com informações do MME.


Maxima Contabilidade
CESP Carpina
Cachorro Quente
Armazém Loureço

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário