Farmácia Rangel
Lacca Laboratório
Belarmino
Falub
Cidades

Novo calendário de distribuição de água em Nazaré da Mata entra em vigor nesta sexta (28)


Novo calendário de distribuição de água em Nazaré da Mata entra em vigor nesta sexta (28)

A partir desta sexta-feira (28), o calendário de distribuição de água da cidade de Nazaré da Mata terá alterações. A informação foi divulgada pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), que relatou que as mudanças se dão em virtude da falta de chuvas no município e o baixo nível da Barragem de Morojozinho, que atende a cidade.

O novo calendário abastecimento da cidade de Nazaré da Mata pode ser acessado no site da Compesa (www.compesa.com.br ). O novo regime de distribuição será de dois dias com água contra cinco dias sem para a área central do município, que até hoje recebia água todos os dias. As demais localidades  foram divididas em quatros setores de distribuição, cada um deles com um calendário específico. O  primeiro, que passa  cinco dias com água e seis dias sem, agora terá cinco dias com água e oito dias sem. As áreas que recebiam água de quatro dias com água e sete dias sem, passarão agora para quatro dias com água e nove dias sem.

O último setor que era atendido com três dias com água e oito dias sem, terá o fornecimento de água pelo período de três dias com água e dez dias sem. Ainda de acordo com o gerente Mozart Alencar, o novo calendário irá vigorar até a regularização da vazão da Barragem de Morojozinho, quando voltará a ser aplicado o calendário anterior.  A última vez que o manancial verteu ( atingiu a capacidade máxima de armazenamento) foi em meados de 2018. As dúvidas podem ser esclarecidas por meio do 0800 081 0195.

A Alteração – De acordo com as informações, a mudança foi motivada devido ao manancial de Morojozinho, que tem a capacidade máxima para acumular 5,5 milhões de metros cúbicos de água, estar atualmente com apenas 17 %, o que corresponde a  935 mil  de metros cúbicos. Segundo o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, Mozart Alencar, a mudança do calendário tem o objetivo de preservar o volume existente no reservatório até o período de chuvas da região, que se inicia em maio e, assim, evitar o colapso do abastecimento do município, onde a companhia atende cerca de 36 mil moradores.

 

 

 

*Com informações – Assessoria de Comunicação Compesa


Cachorro Quente
Maxima Contabilidade
CESP Carpina
Armazém Loureço

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário