Lacca Laboratório
Farmácia Rangel
Laje Forte
Falub
Cidades

Pernambuco ultrapassa 200 mil pacientes recuperados da Covid-19


Pernambuco ultrapassa 200 mil pacientes recuperados da Covid-19

O Estado de Pernambuco chegou nesta quarta-feira (13), aos 200.524 pacientes recuperados da Covid-19. O quantitativo representa 85% dos mais de 236 mil casos confirmados. Entre os recuperados, 18.651 foram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 182.196 foram casos leves. Os dados são do boletim divulgado pelo Governo-PE.

Segundo os números mostrados nesta quarta, também foram computados 1.803 novos casos da Covid-19 em Pernambuco. Entre os confirmados, 93 (5%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.710 (95%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 236.041 casos confirmados da doença, sendo 30.017 graves e 206.024 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Ainda de acordo com os dados divulgados, também foram confirmados laboratorialmente 30 novos óbitos, sendo 12 homens e 18 mulheres, registrados entre os dias 1º de dezembro de 2020 e 12 de janeiro de 2021. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Alagoinha (1), Cabo de Santo Agostinho (1), Carnaíba (1), Caruaru (4), Exu (1), Garanhuns (3), Parnamirim (1), Pesqueira (1), Recife (14), Surubim (1) e Venturosa (2). Com isso, o Estado totaliza 9.919 mortes pela doença.

Na ocasião, os pacientes tinham idades entre 35 e 95anos. As faixas etárias são: 30 a 39 (1), 40 a 49 (3), 50 a 59 (4), 60 a 69 (7), 70 a 79 (7) e 80 ou mais (8). Do total, 25 tinham doenças pré-existentes: doença cardiovascular (16), diabetes (14), hipertensão (6), obesidade (5), tabagismo (3), Alzheimer (2),doença respiratória (2), câncer(1), doença hepática (1), doença renal (1), imunossupressão (1)-um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Um não tinha comorbidade e os demais estão em investigação.

Já com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, atéagora,24.761casos foram confirmados e44.336descartados.As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Governo de Pernambuco foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar e afastar os profissionais da área da saúde com sintomas gripais. O boletim de hoje também traz, em sua parte final, o detalhamento da testagem destes profissionais.

Leitos – O governador Paulo Câmara entregou, nesta quarta-feira (13), ao lado do prefeito do Recife, João Campos, 10 novos leitos de UTI para atendimento a pacientes com Covid-19 no Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa (HECPI), no bairro da Estância. A ativação dessas novas vagas é resultado de uma parceria entre o Governo de Pernambuco e a Prefeitura do Recife, e fará com que a capital pernambucana passe a contar com 130 leitos para tratamento intensivo. Segundo o governador, a expectativa é que até o final de fevereiro outros 70 novos leitos de UTI sejam instalados no HECPI.

Novas Medidas – O Governo de Pernambuco também anunciou também na quarta (13), a proibição, em todo o Estado, da utilização de som de qualquer natureza em bares, restaurantes e estabelecimentos similares, incluindo o comércio de praia, a partir da próxima sexta-feira (15). O decreto–definido após reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 e com base nos indicadores epidemiológicos–ainda proíbe a utilização de som mecânico, ou mesmo ao vivo, que gere aglomeração. Nesses casos, os equipamentos poderão ser apreendidos pela polícia ou pelos órgãos municipais.

Hemope – O governador Paulo Câmara autorizou, nesta quarta-feira (13.01), em publicação no Diário Oficial do Estado, a realização de uma seleção pública simplificada com 142 vagas para a Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope). Serão convocados 13 médicos, 71profissionais de diversas outras categorias de nível superior e 58 de nível técnico. O edital com os detalhes do certame será publicado nos próximos dias

Doações – Devido à pandemia, o Hemope vem apresentando uma queda nos estoques de bolsas de sangue que chega a 40%. Apenas no Hemocentro Recife, comparando o mês de dezembro com novembro de 2020, houve uma diminuição de 18,5% no quantitativo de doações. Por isso, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) reforça a importância do ato, que pode ser realizado a cada três meses por homens e a cada quatro por mulheres.

Para doar sangue, a pessoa deve ter entre 16 anos e 69 anos e 11 meses (59 anos e 11 meses para a primeira doação). Os menores de 18 anos precisam da presença do responsável legal (pai ou mãe) e apresentação de xerox da identidade. É necessário ter mais de 50 kg, estar alimentado e em boas condições de saúde, além de apresentar um documento original, com foto (identidade, carteira de habilitação ou carteira de trabalho). Também é necessário respeitar os intervalos entre as doações de sangue, de três meses para homens e quatro meses para mulheres

Por conta da pandemia da Covid-19, o Ministério da Saúde recomenda esperar 30 dias após a curados sintomas gripais para a doação de sangue. Para quem teve chikungunya, dengue ou zika, também é necessário esperar o prazo de 30 dias após a cura e a ausência total de sintomas (como as dores nas articulações)–no caso de dengue grave, são seis meses após a cura

Existem, ainda, outras limitações que precisam ser observadas antes do procedimento:

Vacinas: é necessário esperar o prazo de 48 horas após vacinar-se contra HPV, Influenza ou Tétano; e 30 dias-Febre Amarela e Tríplice Viral.

Bebidas alcoólicas: é necessário esperar o prazo de 12 horas após a ingestão.

Menstruação: a menstruação não impede a realização da doação. Mas é necessário levar em consideração algumas questões, a candidata que se encontra menstruada não pode estar sentindo cólica ou estar com fluxo intenso durante o período menstrual.

Tratamento dentário: depende do procedimento realizado, o triagista avaliará.

Gravidez e amamentação: é necessário aguardar até 90 dias após o parto normal e 180 dias após acesariana. Se o parto ocorreu há menos de 12 meses ou amamentação não é exclusiva. A mulher que está amamentando não pode doar sangue, a menos que o parto tenha ocorrido há mais de um ano.

Estão impossibilitados de doar sangue aqueles que fizeram endoscopia/colonoscopia ou cirurgia de grande porte nos últimos seis meses; fizeram tatuagem e micropigmentação de sobrancelhas nos últimos 12 meses, colocaram piercing (piercing na região genital e/ou oral só é permitido 12 meses após retirada do piercing); quem teve hepatite após os 11 anos de idade e quem está em tratamento médico e fazendo uso de medicação controlada.

Agendamentos – Em meio à pandemia, há a possibilidade dos doadores agendarem seus atendimentos em todos os hemocentros do Estado para evitar aglomerações. No Hemope Recife, o agendamento pode ser feito pelo número 0800.081.1535, e para ligações interestaduais, (81)3182.4630.

Já na sede de Caruaru, o agendamento é feito pelo (81) 3719.9569; em Serra Talhada tema opção de marcar também pelo Whatsapp através do (87) 99930.8777 ou pelo telefone (87) 3831.9330. Em Garanhuns, também ocorre pela ferramenta Whatsapp, pelo (87) 98128.7133, ou no(87) 3761.8520. Para Petrolina, o número é (87) 3866.6601; em Salgueiro, (87) 3871.8569. Em Ouricuri, o número é (87) 3874.4890; e para Arcoverde, (87) 3821.8559.

 

 

*Com informações – Governo-PE

 

 

 

 

 


CESP Carpina
Maxima Contabilidade
Cachorro Quente
Armazém Loureço

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário