Falub
Lacca Laboratório
Farmácia Rangel
Cidades

Tracunhaém: Secretário de Cultura se reúne com presidente da Câmara e vereadora, para tratar sobre denominação de ruas ou logradouros


Tracunhaém: Secretário de Cultura se reúne com presidente da Câmara e vereadora, para tratar sobre denominação de ruas ou logradouros

Na manhã desta segunda-feira (12), o secretário de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer de Tracunhaém, Pedro Júnior, sentou com presidente da Câmara Municipal, Antônio Francisco (Antônio Porqueiro), e com a vereadora Gislaine Gabriele, para conversar sobre a denominação de ruas ou logradouros através de projetos de lei.

Segundo a gestão, a iniciativa foi tomada, devido a dificuldade que a falta de nome oficial para uma rua pode criar, para todas as pessoas que nela residem. Com a denominação, há maior facilidade para alguém explicar corretamente onde mora, auxiliando também no recebimento de correspondências e encomendas.

Sendo assim, de acordo com as informações repassadas, a Secretaria Municipal de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer de Tracunhaém decidiu fazer um levantamento dos artesãos que já faleceram, pois, homenagem com denominação de rua, só pode ser feita com pessoas que não estão mais vivas.

Após ser feito o levantamento dos nomes dos artesãos e representantes culturais falecidos, a lista será enviada por meio de ofício à Câmara Municipal, que se empenhará em transformar em projeto e sofrer a apreciação dos parlamentares. Mesmo nos casos em que os moradores dão um nome popular a logradouros não cadastrados – as ditas ruas, travessas, becos ou vielas A, B, 1, 2 – a via permanece sem CEP e não aparece no guia de ruas até que seja regularizada.

A inexistência de endereços com CEP ainda deixa os moradores sem possibilidade de comprovar residência, seja para confecção de documentos, matrículas em escolas ou inscrição em programas assistenciais. Os espaços ocupados pelas pessoas na cidade também contam histórias. Em Tracunhaém, existem centenas de ruas, praças e avenidas, e muitos desses logradouros levam o nome de personalidades do cenário político, religioso, científico e artístico. Há também nomes de ruas que estão ligados a datas históricas e nomes de acontecimentos ou fatos.

Segundo a gestão, o objetivo é permitir que os artesãos e representantes culturais já falecidos possam ser homenageados, assim como os seus parentes, proporcionando relembrar seu legado, enquanto passagem em vida por Tracunhaém.

 

*Com informações: Assessoria de Comunicação – Prefeitura de Tracunhaém

 


Armazém Loureço
Cachorro Quente
Maxima Contabilidade
CESP Carpina

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário