Falub
Lacca Laboratório
Farmácia Rangel
Esportes

Gaviões apresentará menor de 17 anos como autor do disparo


Gaviões apresentará menor de 17 anos como autor do disparo

 

Reuters

Um garoto de 17 anos será apresentado nesta segunda-feira pelo advogado da Gaviões da Fiel, torcida corintiana, como o autor do disparo de um sinalizador que matou o menino Kevin Espada, de 14 anos, na estreia do Corinthians na Libertadores na Bolívia, na quarta-feira da semana passada. As informações são da Folha de S. Paulo

Momento do disparo que supostamente tenha acertado o boliviano Kevin Espada

“Apresentaremos o garoto de 17 anos na segunda como o autor do disparo do sinalizador. Ele ficou assustado, queria se apresentar na Bolívia. Mas, como os Gaviões são os responsáveis por ele apesar de a mãe autorizar a viagem, esperamos a chegada ao Brasil para apresentá-lo à polícia”, explicou o advogado Ricardo Cabral ao jornal.

O garoto não teve o nome revelado e voltou o Brasil no sábado com ônibus que ainda traziam corintianos que tinham ido acompanhar a partida contra o San Jose em Oruro.

12 torcedores corintianos foram presos na Bolívia, mas o garoto não estava nesse grupo. O jornal boliviano La Patria  pulicou neste final de semana que dois desses torcedores seriam os responsáveis pelos disparos, enquanto os outros seriam cúmplices. Entretanto, o advogado da Gaviões afirma que foi o garoto de 17 anos que está aqui no Brasil o responsável. “Um segundo vídeo divulgado pela imprensa boliviana, que mostra com close a imagem do disparo, não deixa dúvidas de que o atirador é o garoto”, disse Cabral. “Foi um disparo acidental”, completou à Folha .

O Corinthians foi punido pela Conmebol pela morte de Kevin Espada e, como pena, ficará sem torcida nas partidas da Libertadores . A equipe diz que vai recorrer e já comentou a possibilidade de deixar a competição por achar a punição injusta.

Fonte: esporte.ig.com.br

 

 


Armazém Loureço
Cachorro Quente
Maxima Contabilidade
CESP Carpina

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário