Lacca Laboratório
Falub
Farmácia Rangel
Esportes

PE2013: No dia de seu aniversário, Timbu ganha presente desagradável


PE2013: No dia de seu aniversário, Timbu ganha presente desagradável

NAÚTICO 0 X 2 YPIRANGA

Apesar de jogar em casa e no dia em que comemorou 112 anos, o Náutico voltou a jogar mal e sucumbiu à maior objetividade do Ypiranga-PE, neste domingo. O Alvirrubro foi derrotado pela equipe de Santa Cruz do Capibaribe, por 2 a 0, e viu complicar de vez as chances de terminar o segundo turno do Campeonato Pernambucano em primeiro lugar e, assim, ter vantagem de decidir os mata-matas da fase final em casa.

A derrota também complica de vez a situação do técnico Vágner Mancini. Pressionado, ele já havia recebido o recado do presidente Paulo Wanderley, de que só os resultados o segurariam à frente do comando técnico alvirrubro. No ano passado, o então técnico alvirrubro, Waldemar Lemos acabou demitido justamente no dia do aniversário, após derrota para o Serra Talhada.

Dono de um dos maiores investimentos para a temporada entre os times pernambucanos, o Alvirrubro venceu o primeiro turno do Estadual que, no entanto, de nada valeu na briga pelo título e sequer contou com as participações de Sport, Santa Cruz e Salgueiro, que estavam nas disputas da Copa do Nordeste. No segundo turno, o Timbu liderou durante a maior parte do tempo, mas, antes da derrota deste domingo, já havia perdido os clássicos contra Sport e Santa Cruz.

Para o clube do interior, o resultado representa um feito histórico. É a primeira vez que a equipe de Santa Cruz do Capibaribe se classifica para a fase semifinal do Campeonato Pernambucano.

Valeu a objetividade do Ypiranga-PE

náutico x ypiranga (Foto: Antônio Carneiro / Pernambuco Press)
Jogadores da Máquina comemoram primeiro gol
(Foto: Antônio Carneiro / Pernambuco Press)

O forte sol que castigou os Aflitos, no início da partida, parece ter sido o ponto chave para o péssimo início de Náutico e Ypiranga-PE. O primeiro lance de perigo aconteceu aos seis minutos, quando Giovanni deixou Elton na cara do goleiro, mas o artilheiro alvirrubro acabou chutando para fora. A inoperância do ataque do Náutico fez com que o Ypiranga se sentisse melhor em campo e começasse a sair um pouco mais. O time do interior teve duas chances, aos 15 minutos, em uma saída errada de Felipe, e aos 20, em uma cabeceada de Elivelton.

Com Giovanni Augusto e Marcos Vinícius apagados, o atacante Rogério resolveu tentar sozinho. Aos 27 minutos ele fez uma jogada individual deixando dois para trás e chutou com categoria, mas a bola desviou no zagueiro Egon e foi para escanteio. Se mostrando impaciente desde o começo, mas ainda tolerando o futebol fraco, a torcida do Náutico passou a cobrar mais a partir dos 33 minutos, quando as vaias passaram a ofuscar os aplausos. O que já era ruim só piorou aos 42 minutos. Diogo cobrou falta na área, Danúbio subiu completamente livre de marcação e cabeceou para o fundo das redes do goleiro Felipe, que nada pode fazer.

Intervalo marcado por protestos

náutico protesto (Foto: Lucas Liausu)
Torcedores protestaram na porta do vestiário timbu
(Foto: Lucas Liausu)

A torcida do Náutico, que foi paciente durante boa parte do primeiro tempo, de fato perdeu a paciência com o gol do Ypiranga. No intervalo do jogo, mais de 50 torcedores se dirigiram para a porta dos vestiários do Náutico para protestar contra o time e, principalmente, contra o técnico Vágner Mancini, que foi bastante xingado. Outro alvo dos alvirrubros foi o goleiro Felipe.

Os policiais do Batalhão de Choque tiveram que chegar no locar e fazer um cordão de isolamento na frente da porta dos vestiários para que a situação não saísse do controle.

Expulsão de Auremir e segundo do Ypiranga-PE

náutico x ypiranga (Foto: Antônio Carneiro / Pernambuco Press)
Ypiranga-PE comprovou boa fase e se classificou
(Foto: Antônio Carneiro / Pernambuco Press)

O Náutico voltou para o segundo tempo com mais velocidade. O técnico Vágner Mancini sacou o meia Marcos Vinícius para colocar o atacante Jones Carioca. E foi justamente Jones, aos quatro minutos. que levou perigo pela primeira vez ao goleiro Jaílson. Ele arrancou sozinho pela direita e chutou forte. A bola passou muito perto da trave. Bem apagados até então, em comparação com outros jogos do Campeonato Pernambucano, os atacantes Elton e Rogério tiveram o primeiro lance de brilho juntos aos 17 minutos. Elton fez bela jogada pela direita e cruzou para Rogério, que sozinho e dentro da pequena área cabeceou para fora levando o time todo do Náutico e a torcida ao desespero.

Rogério voltou a ter uma grande chance de empatar o para o Náutico aos 23 minutos, mas a bola explodiu no travessão. Na sobroa, Elton tentou uma bicicleta, mas pegou mal na bola. Aos 31 minutos, Auremir fez uma falta violenta no meia Marcinho e deixou o Náutico com um homem a menos. E o Ypiranga só precisou de um minuto para dar aproveitar a superioridade em campo. Aos 32 minutos Marcinho lançou Danúbio, que ganhou na velocidade para Alcides e foi derrubado dentro da área. Diogo foi para a cobrança e mandou com categoria sem chances para Felipe fechando o placar em 2 a 0 e confirmando a vitória da equipe de Santa Cruz do Capibaribe.

Fonte: globoesporte


Cachorro Quente
Armazém Loureço
Maxima Contabilidade
CESP Carpina

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário