Farmácia Rangel
Falub
Lacca Laboratório
Esportes

Naútico estréia na série “A” com derrota para o tricolor Gaúcho


Naútico estréia na série “A” com derrota para o tricolor Gaúcho

GRÊMIO 2 X 0 NAÚTICO

Foi como se o Náutico estivesse começando a Série A 2013 simplesmente dando seguimento à rotina da mesma competição do ano anterior. Jogando longe do Recife, o Timbu era e, pelo menos na estreia do Brasileirão diante do Grêmio, continuou sendo inofensivo. Ainda que o time não tenha repetido as péssimas atuações das últimas partidas do Estadual, em nenhum momento chegou a ficar perto da vitória contra o gaúchos. Diante de um adversário que não chegou a ser avassalador em campo, o fato de o Náutico ter simplesmente jogado no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, na tarde deste domingo, pode ter sido fundamental para um início de campeonato com derrota.

Os gols do Grêmio foram marcados por Zé Roberto e Elano, no primeiro e segundo tempo, respectivamente. Na próxima quarta-feira, pela segunda rodada do Brasileirão, o Náutico terá a oportunidade de se recuperar na competição ao receber o Vitória, nos Aflitos.

O jogo

Com as suas devidas proporções, o Náutico fez um bom primeiro tempo. Longe de mostrar um bom futebol, o Timbu também esteve longe de ser o mesmo time sem vida, que por exemplo terminou o Estadual. É aquela situação: para o que a torcida estava se acostumando a ver em campo, a equipe não foi mal. O que não quer dizer que o demonstrado em campo tenha sido suficiente para não sair derrotado na primeira etapa.

Até os15 minutos, o Timbu fazia exatamente o que o técnico Silas pregava antes do jogo: jogar de igual para igual. Assim fazia até com mais posse de bola, inclusive. Porém, a partir de então o time teve um “lapso” de dez minutos. Primeiro, Felipe fez grande defesa em finalização de Barcos. Na jogada seguinte, Felipe novamente salvou os alvirrubros após chute de Souza. no rebote, todavia, o experiente Zé Roberto, sozinho, mandou para o gol vazio. A pressão gaúcha seguiu e o placar só não foi ampliado por falta de capricho dos tricolores Bressan, Vargas e Barcos.

Passado os dez minutos, o Timbu retomou a postura no jogo e até chegou assustar por duas vezes com Rogério. No segundo tempo, a mesma história se repetiu. Bem postado defensivamente, o Náutico conseguia segurar o Grêmio sem sofrer pressão. Até ter um novo apagão. Aos 26 minutos, Souza aparaceu pela direita e cruzou para Elano, que mandou de cabeça para o gol. Após o gol, a equipe tricolor passou a administrar o resultado para iniciar a competição somando os três pontos.

Grêmio
 2
Dida; Pará, Bressan, Werley e Alex Telles; Fernando (Welliton), Souza, Elano (Guilherme Biteco) e Zé Roberto; Eduardo Vargas (Kléber) e Hernán Barcos.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Náutico 0

Felipe; Maranhão, João Filipe, Luís Eduardo e Josa; Elicarlos, Rodrigo Souto e Martinez; Rogério (Jones Carioca), Caion (Adeílson) e Elton.
Técnico: Paulo Silas

Local: Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SP). Assistentes: Vicente Romano Neto (SP) e Celso Barbosa de Oliveira (SP). Gols: Zé Roberto, Elano (G).

Fonte: superesportes pe


CESP Carpina
Maxima Contabilidade
Cachorro Quente
Armazém Loureço

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário