Falub
Farmácia Rangel
Lacca Laboratório
Esportes

Santa cruz perde de virada para o CRB e cai para segundo


Santa cruz perde de virada para o CRB e cai para segundo

CRB 2 X 1 SANTA CRUZ

A última impressão é a que fica. Por isso, CRB e Santa Cruz precisavam mostrar serviço na partida disputada neste domingo, antes da paralisação da Série C por causa da Copa das Confederações. Atuando no Estádio Rei Pelé, em Maceió, o Galo impôs seu ritmo de jogo e, com um gol de Zé Paulo no final do confronto, venceu, de virada, por 2 a 1. Denilson também marcou para os donos da casa, com Luciano Sorriso abrindo o placar para os visitantes.

O triunfo significa tranquilidade para o técnico Márcio Goiano, que iniciou o trabalho no Galo na última quarta-feira e vai ter tempo para fazer ajustes no time até o jogo do dia 6 de julho, diante do Fortaleza, às 16h, no Ceará.

A derrota não é desastrosa para o técnico Sandro Barbosa, que terá quase um mês para preparar o Santa até o próximo confronto, marcado para o dia 8 de julho, às 19h, no Recife, contra o Cuiabá. Na tabela da Terceirona, a Cobra Coral e o Galo estão empatados, com três pontos em dois jogos, mas, pelo saldo, o time pernambucano é o 5º e o alagoano está em 6º.

CRB x Santa Cruz Maceió Série C (Foto: Ailton Cruz/ Gazeta de Alagoas)
Luciano Sorriso fez o primeiro gol do Santa Cruz (Foto: Ailton Cruz/ Gazeta de Alagoas)

Sorriso abre o placar para a Cobra

O CRB iniciou a partida presente no campo ofensivo, mas apenas cercava e tinha dificuldades para finalizar. O Santa foi mais efetivo e, no primeiro arremate, acertou a trave do Galo com um chute bem colocado, de direita, do alagoano Dênis Marques.

A marcação dos volantes do Galo estava frouxa e o Tricolor recebeu a autorização para chutar de longe. No segundo arremate de fora da área do Santa, Luciano Sorriso bateu cruzado, de direita, e estufou a rede adversária: 1 a 0. O CRB respondeu pela direita, com boa jogada de Tiago Potiguar, que chutou da entrada da área e quase contou com a colaboração do goleiro Tiago Cardoso para empatar.  Ficou no quase. Antes do fim da primeira etapa, Júnior Xuxa avançou livre de marcação, pela esquerda, e ainda carimbou a trave do Galo.

CRB x Santa, Maceió, Série C (Foto: Ailton Cruz/ Gazeta de Alagoas)
CRB foi melhor no segundo tempo (Foto: Ailton Cruz/ Gazeta de Alagoas)

Galo vira no segundo tempo

O segundo tempo começou com o CRB em cima, explorando muito as jogadas aéreas iniciadas pelo lateral Paulo Sérgio, pela direita. Bem postada, a defesa do Santa levava a melhor sobre os atacantes regatianos e garantia a vitória parcial. O Tricolor só atacava na boa, mas era perigoso quando subia em velocidade. Dênis Marques deu uma arrancada e, outra vez, disparou de longe: Julio Cesar se esticou e fez uma bela defesa.

Tentando mudar o cenário do jogo, o técnico do Galo, Márcio Goiano, trocou a dupla de ataque, apostando em Denílson e Zé Paulo. As alterações surtiram efeito imediato e o CRB empatou o jogo. Zé Paulo entrou na área pela direita, achou espaço e encheu o pé: o goleiro do Santa defendeu parcialmente e Denílson finalizou com violência: 1 a 1. Inspirado, Denílson recebeu passe de Jairo e, de bico, ainda acertou o travessão do Santa.

A pressão aumentou e, depois de acertar o travessão pela segunda vez, com Marcos Antônio, o CRB chegou à virada. Após bate-rebate na área do Santa, Zé Paulo escorou chute de Tiago Potiguar e, aos 43 minutos, decretou a primeira vitória regatiana na Série C.

header as escalações 2 (Foto: arte esporte)

CRB – Julio Cesar; Paulo Sérgio, Marcus Vinícius, Audálio e Djavan (Jairo); Everton Luiz, Johnnattan, Marcos Antônio e Thiago Potiguar; Carlão (Denílson) e Schwenck (Zé Paulo). Técnico: Márcio Goiano.

Santa Cruz – Tiago Cardoso; Everton Senna, Renan Fonseca, Leandro Souza e Tiago Costa; Tozo, Luciano Sorriso (Everton Heleno), Júnior Xuxa e Raul; Flávio Caça-Rato  (Leozinho) e Dênis Marques (André Dias). Técnico: Sandro Barbosa.

Fonte: globoesporte


Maxima Contabilidade
Armazém Loureço
Cachorro Quente
CESP Carpina

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário