Farmácia Rangel
Falub
Lacca Laboratório
Esportes

Náutico joga muito atrás, perde para o Botafogo e segue na lanterna


Náutico joga muito atrás, perde para o Botafogo e segue na lanterna

Diante do Botafogo, o Náutico mostrou que armar um esquema extremamente defensivo não é o bastante no futebol. Até conseguiu segurar o adversário no primeiro tempo. Porém, no segundo, foi castigado por não ousar um pouco mais no ataque e saiu derrotado por 2×0 para Botafogo, em São Januário, na noite do sábado, no Rio de Janeiro, pela oitava rodada do Brasileirão. Elias e Renato marcaram para os cariocas na etapa complementar.

Com o resultado, o Timbu chega a sua quarta derrota consecutiva na competição e permanece na lanterna com quatro pontos. Já o Botafogo dorme temporariamente na liderança com 16. Na próxima rodada, a equipe de Zé Teodoro recebe o Internacional, na Arena Pernambuco. Os cariocas têm o clássico contra o Flamengo.

O JOGO – O grande pecado do Alvirrubro na primeira etapa foi não reter um pouco mais a posse de bola. Os visitantes começaram bem no aspecto defensivo. No entanto, não tiveram capacidade de ficar com a bola no pé e de serem mais objetivos com ela. Abusaram do chutão. Além disso, marcaram muito atrás dando o campo para a equipe carioca.
Com muito terreno para jogar, o Botafogo atuou praticamente todos os 45 minutos no campo do Timbu. Os donos da casa, porém, não tiveram criatividade suficiente para furar o retranca adversária. Apenas trocaram passes e não exigiram uma defesa de Ricardo Berna.

Nos últimos quinze minutos do primeiro tempo, o Náutico até tentou se soltar um pouco. Foram dos visitantes o único chute a gol na primeira etapa. Aos 30, Eltinho arriscou de longe e obrigou Jefferson a encaixar.

SEGUNDO TEMPO – Todo o panorama visto no primeiro tempo foi quebrado com menos de cinco minutos do segundo. Aos três, Elias, que tinha acabado de entrar no jogo, ficou na cara de Ricardo Berna e mandou para o fundo das redes alvirrubras. A partir daí o confronto melhorou no aspecto das chances. O Náutico tentou sair mais para o ataque, enquanto o Botafogo teve mais espaços para criar.

Mais ofensivo, o Náutico, contudo, ainda seguiu cometendo o erro de não adiantar a sua marcação para impedir o adversário de ter mais posse de bola. Por conta disso, foi o Botafogo que teve mais chances de perigo. Em uma delas, Dória acertou a trave de Berna aos 17.

O técnico Zé Teodoro tentou dar outro panorama ao seu time. Sacou Marcos Vinícius, Elicarlos e Rodrigo Souto para colocar Olivera, Maranhão e Hugo respectivamente. As alterações, no entanto, produziram pouco efeito. O Náutico seguiu dando espaço para a criação do adversário e diminuiu o ritmo no ataque apesar de ter chutado mais no alvo.

Quem acabou chegando ao gol foi o Botafogo. Aos 32, Lodeiro cruzou e Renato mandou para as redes. Ainda havia tempo para o Timbu tentar algo no jogo, mas não havia nem qualidade nem mais forças para esboçar uma reação. O Alvirrubro volta do Rio de Janeiro com mais uma derrota na bagagem.

FICHA DA PARTIDA – BOTAFOGO 2X0 NÁUTICO

Botafogo: Jefférson; Gilberto (Edilson), Dória, Bolívar e Júlio César; Gabriel, Renato, Lodeiro e Seedorf (Lucas Zen), Vitinho (Elias) e Rafael Marques. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Náutico: Ricardo Berna; Auremir, Jean Rolt, William Alves e Eltinho; Elicarlos (Maranhão), Derley, Rodrigo Souto (Hugo) e Marcos Vinícius (Olivera); Rogério e Jones Carioca. Técnico: Zé Teodoro.

Brasileirão (8º rodada). Local: São Januário, Rio de Janeiro. Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (Goiás). Auxiliares: Fábio Pereira (Tocatins) e Marcia Bezerra Lopes (Roraima). Gols: Elias aos três e Renato aos 32 minutos do segundo tempo.Amarelos: Gilberto (B), Auremir (N), Jones Carioca (N), Lodeiro (B).

Fonte: Blog do Torcedor


CESP Carpina
Maxima Contabilidade
Cachorro Quente
Armazém Loureço

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário