Farmácia Rangel
Falub
Governo Maio
Lacca Laboratório
Esportes

Com novo comandante, Náutico enfrenta Santos em partida atrasada


Com novo comandante, Náutico enfrenta Santos em partida atrasada

Tem sido difícil para o Náutico encontrar motivação na Série A. Rodada após rodada, o Timbu se afunda um pouco mais na competição e se aproxima da segundona. Nesta quarta-feira, contudo, o Alvirrubro tem um estímulo extra na partida contra o Santos (às 21h, na Vila Belmiro): a estreia do técnico Marcelo Martelotte. Trata-se da última cartada dos pernambucanos. Se não der certo, a Série B é logo ali. Mas mesmo se der, a possibilidade de escapar do descenso é remota.

Para escalar a equipe, Martelotte terá de improvisar nas duas laterais. Sem Bruno Collaço na esquerda, o técnico testou, e deve utilizar na partida, o volante Dadá no setor. Na lateral-direita, com Maranhão permanentemente machucado, a opção por jogadores que não são específicos da função virou regra: Derley – também cabeça-de-área- deve ser o escolhido para “quebrar o galho” mais uma vez.

Há outra dúvida. No meio-de-campo, não se sabe como o Náutico será armado. Em Santos, Martelotte fez apenas um rachão e não deu pistas de qual deverá ser a formação do alvirrubro.

Caso opte por um esquema ofensivo – como fez majoritariamente no Santa Cruz e no Sport-, Martelotte deve manter o argentino Diego Morales ao lado de Tiago Real. Se não, deve sacar o portenho para a entrada Helder, volante. A chance menos provável é a saída do inexplicavelmente intocável Real e a introdução do prata-da-casa.

ADVERSÁRIO – O Santos tem dois desfalques importantes para o jogo: o volante Arouca e, principalmente, o atacante Tiago Ribeiro. Titular do Peixe há 11 partidas, praticamente desde que chegou ao clube, Ribeiro está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. William José deve continuar no ataque. Para a vega restante, o técnico Claudinei Oliveira fez mistério: Gabriel – o Gabigol- Giva ou Neílton. A dúvida recai sobre esses três.

Se tem ausências, o alvinegro também tem retornos: Alison e Cícero voltam ao time. Este é último é peça fundamental do Peixe: é o artilheiro da equipe e jogador mais assíduo em campo. O meio-campista participou de cerca de 90% das partidas do Santos neste ano de 2013.

Ficha do Jogo

Santos: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, Gustavo Henrique e Mena; Alison, Cícero, Leandrinho e Montillo; Gabriel (Giva ou Neílton) e Willian José. Técnico: Claudinei Oliveira

Náutico: Gideão; Derley, João Filipe, Leandro Amaro e Luiz Eduardo (Dadá); Elicarlos, Martinez, Diego Morales (Helder) e Tiago Real; Hugo e Rogério. Técnico: Marcelo Martelotte

Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP); Data: 25 de setembro de 2013, quarta-feira; Horário: 21 horas; Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL); Assistentes: Thyago Costa Leitão (PI) e Gean Carlos Menezes de Oliveira (RR)

Fonte: Blog do Torcedor


Armazém Loureço
CESP Carpina
Maxima Contabilidade
Cachorro Quente

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário