Farmácia Rangel
Falub
Lacca Laboratório
Esportes

Série “B”: Santa Cruz volta a sofrer virada e perde do Luverdense


Série “B”: Santa Cruz volta a sofrer virada e perde do Luverdense

O Santa Cruz voltou a sair na frente do marcador – jogando na casa do adversário – e, também, voltou a ceder a virada e deixar escapar a segunda vitória consecutiva.

A exemplo do que aconteceu, contra o Paraná – no sábado -, o time Coral fez 1×0 no Luverdense, nesta terça-feira, dentro do Passo das Emas, mas acabou cedendo o empate e tomando a virada: 2×1.

O gol Coral veio aos 14 minutos com Tony cobrando penalidade, aos 14 minutos, após boa jogada de Natan que chutou para o gol e teve a bola desviada – de mão – pela zaga do LEC.

Tentando surpreender o LEC nos contra-ataques e ampliar o marcador no 1º tempo, o time da casa criou boas chances, mas a trave, Tiago Cardoso e a zaga garanta a vantagem parcial.

No 2º tempo, o Luverdense foi mais eficiente e, logo 3 minutos, empatou num chute de Rubinho que acabou traindo Tiago Cardoso, com a bola quicando na gramada e encobrindo o Paredão Coral: 1×1.

Aceso no jogo, o LEC acabou envolvendo a Cobra Coral e, aos 9 minutos teve duas boas chances com Rubinho: na primeira, o meia mandou pra fora; na segunda, a bola tocou caprichosamente na trave esquerda de Tiago Cardoso.

Nova chance do LEC, aos 19 minutos, com Felipe Alves batendo forte e mandando ádireita de Tiago Cardoso.

Num bom momento Coral, aos 24 minutos, Flávio Caça-rato girou na área e bateu, a zaga rebateu e Everton Hora mandou um chute perigoso, à direita de Gabriel Leite.

Aos 26 minutos, Rubinho obrigou Tiago Cardoso a evitar a virada do Luverdense ao defender cobrança de falta de Rubinho, enquanto Léo, aos 29 minutos, matou no peito e mandou a bomba por cima do travessão.

A insistência do LEC surtiu efeito, aos 32 minutos, depois de um cruzamento do lado esquerdo de ataque e Léo – de cabeça – vencendo Tiago Cardoso e virando o jogo: 2×1.

Já com Everton Hora (Wescley), Renatinho (Natan) e Adilson (Sandro Manoel), o time Coral buscou o empate, principalmente, com o lateral-esquerdo Julinho – sempre em boa evoluções.

Correndo contra o tempo e placar adverso, as jogadas criadas – aproveitando a velocidade de Keno e, também, os avanços de Tony – não chegaram à uma conclusão proveitosa e a derrota foi inevitável.

Com o resultado, o time Coral ocupa, agora, a 12ª colocação (30 pontos) e tem pela frente, dois jogos no Arruda: sábado, 16h10, contra o Icasa/cE e terça-feira, 21h50, contra o Oeste/SP.

Fonte: Site Oficial do Santa Cruz


Armazém Loureço
Cachorro Quente
CESP Carpina
Maxima Contabilidade

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário