Lacca Laboratório
Falub
Farmácia Rangel
Carpina

22º Congresso de Delegados sindicais da Zona da Mata de Pernambuco acontece a partir deste sábado (22) em Carpina


22º Congresso de Delegados sindicais da Zona da Mata de Pernambuco acontece a partir deste sábado (22) em Carpina

Carpina sediará, neste sábado (22) e domingo (23), o 22º Congresso de Delegados e Delegadas Sindicais da Zona da Mata de Pernambuco. A atividade acontecerá no Centro Social Euclides Nascimento, sob a coordenação da Fetape, por meio de sua  Diretoria de Política Salário.
A expectativa é de que cerca de 300 participantes, representando os Sindicatos dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais da Zona da Mata, estejam envolvidos/as na construção da proposta de Pauta de Reivindicações da 36ª Campanha Salarial 2015/2016, que tem como tema: “Trabalho digno para quem produz riqueza no campo”.

De acordo com a programação, haverá uma análise de conjuntura, debates e trabalhos em grupos, onde os delegados sindicais irão produzir a proposta de documento que será apresentada e aprovada durante assembléias gerais que ocorrerão no dia 13 de setembro, em todos os Sindicatos da região.

Primeiro momento – No dia 23 de julho, o Movimento Sindical Rural realizou o Encontro em Preparação à 36ª Campanha Salarial 2015/2016 dos Canavieiros e Canavieiras de Pernambuco, também em Carpina, que contou com a parceria do Dieese. Na ocasião, os dirigentes sindicais aprofundaram a discussão sobre os desafios e as possibilidades conjunturais que deverão subsidiar o processo de negociação com a classe patronal este ano; além de terem levantado alguns elementos que serão debatidos com os delegados  sindicais durante o Congresso da Categoria.

O cenário positivo do álcool, o aumento da produção e a previsão de algumas usinas voltarem a funcionar foram questões vistas como positivas, na perspectiva de mostrar a importância dos trabalhadores e trabalhadoras assalariados para a região.

“Encerramos o Seminário de Preparação num clima positivo e otimista. Espero que no Congresso haja a participação dos dirigentes e delegados dos 50 Sindicatos da Zona da Mata, para que possamos construir uma pauta de reivindicações que contemple os interesses da categoria”, conta o diretor de Política Salarial da Fetape, Gilvan Antunis.


Armazém Loureço
Cachorro Quente
Maxima Contabilidade
CESP Carpina

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário