Farmácia Rangel
Falub
Lacca Laboratório
Esportes

Em um jogo equilibrado, Santa Cruz perde para o Oeste


Em um jogo equilibrado, Santa Cruz perde para o Oeste

Em uma partida marcada pelo equilíbrio, o Santa Cruz acabou sendo derrotado pelo Oeste, na tarde deste sábado, no Estádio José Liberatti. Apesar da igualdade entre as equipes durante a partida, o Tricolor teve maior volume de jogo, mas foi o adversário quem levou a melhor. O placar foi de 1×0 para os paulistas.

O resultado fez o Santa Cruz perder uma posição na tabela da Série B, ficando no 10º lugar. O mais importante é que a diferença para o G-4 não cresceu muito. Agora são seis pontos separando o Mais Querido do grupo de acesso.

Na sequência, a equipe coral terá duas partidas dentro de casa, contra Botafogo e Mogi Mirim. A grande expectativa é pela estreia do atacante Grafite diante dos cariocas já no próximo sábado, no Arruda.

Análise da partida

Foi um início de jogo promissor para o Santa Cruz. Apesar de atuar fora de casa, era o Tricolor quem tomava a iniciativa da partida. Marcando no campo de ataque do adversário, pressionando a saída de bola e apostando na velocidade, a equipe coral mostrava uma postura muito interessante.

A primeira grande chance coral aconteceu logo aos seis minutos. O lateral Marlon acertou um belo cruzamento e João Paulo, livre, cabeceou na trave. Quase o Tricolor abria o placar. Mas, a partir dos dez minutos, o jogo tomou outra forma.

Com as equipes muito fortes na marcação, a partida ficou centralizada no meio-campo. Nenhuma das equipes conseguia manter a bola por um tempo prolongado, diante da efetividade dos sistemas defensivos.

Eventualmente, em cruzamentos para a área, o Oeste conseguia levar algum perigo. Mas, considerando a força da defesa dos dois times, o primeiro tempo acabou terminando empatado sem gols.

Segundo tempo 

Como a etapa inicial foi extremamente corrida, era natural que os últimos 45 minutos fossem mais abertos, com um certo desgaste das duas equipes. E o Santa Cruz soube, de certa forma, se aproveitar deste cenário.

A equipe coral retornou para o segundo tempo imprimindo um bom ritmo, especialmente pelo lado direito, com Luisinho e o estreante Vítor. E foi assim durante toda a etapa final, com o Tricolor superior no confronto.

Apesar do volume de jogo, foram poucas as chances claras do Santa Cruz. Luisinho, muito aceso na partida, teve a melhor delas. Aos 31 minutos, o atacante limpou o zagueiro e chutou. O goleiro Jeferson Romário defendeu.

Na primeira chegada perigosa do Oeste, saiu o gol. O meia Rafael Martins acertou um belo chute de fora da área, no ângulo, sem chances para Tiago Cardoso. Mesmo com o Tricolor melhor em campo, foi o adversário quem balançou as redes.

Antes do apito final, o Santa Cruz ainda conseguiu criar boas oportunidades, mas não conseguiu transformar as chances em um gol de empate.

Fonte: Site Oficial do Santa Cruz


Armazém Loureço
CESP Carpina
Cachorro Quente
Maxima Contabilidade

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário