Farmácia Rangel
Falub
Lacca Laboratório
Esportes

Sport goleia Bahia por 4×1 e avança na Sul-Americana


Sport goleia Bahia por 4×1 e avança na Sul-Americana

Foi de forma dramática. O gol de empate do Bahia, no segundo tempo da partida, parecia cair como uma ducha de água fria para a torcida rubro-negra. Mas o Leão foi valente para buscar a classificação. Acabou fazendo até mais do que precisava para avançar na Copa Sul-Americana. Com dois gols de Hernane Brocador e um de Élber, que entraram no segundo tempo, os rubro-negros fizeram a Ilha do Retiro explodir de emoção. Rithely, no início da segunda etapa, abriu o placar.

Agora, os leoninos esperam o jogo da volta entre os argentinos Huracán e Tigres. No jogo de ida, o Huracán venceu por 5×2, na casa do adversário. No próximo domingo,  as atenções voltam-se para o Campeonato Brasileiro, diante do Flamengo, na Arena Pernambuco.

O Jogo

Mesmo com a vantagem construída no jogo de ida, o time do Bahia não veio à Ilha do Retiro apenas para se defender, o que deixou o duelo bastante interessante. A postura dos tricolores fez com que o Sport tivesse espaço para criar as jogadas de ataque e as chances de gol fossem aparecendo de naturalmente. Na primeira etapa, vale destacar as atuações de  Maikon Leite e Ferrugem, que infernizaram os defensores pelo lado direito do campo.

Aos dez minutos, Diego Souza cruzou da direita e André cabeceou com perigo, para um grande defesa do goleiro Douglas Pires, que pouco antes já havia aparecido num bom chute de Ferrugem. Aos 16, o Bahia respondeu com Souza, numa bola que passou perto da trave. Pelo lado rubro-negro, Diego Souza teve mais duas chances de abrir o placar. Aos 24, ele recebeu de Maikon Leite e mandou para fora. No fim do primeiro tempo, ficou cara a cara com o goleiro, que acabou fazendo um milagre para impedir o gol.

A torcida pôde soltar a garganta no tão esperado gol logo no início do segundo tempo, quando Diego Souza cobrou falta e Rithely subiu mais que todo mundo para estufar as redes e fazer 1×0, placar que levava a classificação para os pênaltis. O jogo parecia controlado até o Bahia surpreender com um gol de Maxi Biancucchi, numa boa troca de passes na área, aos 29 minutos. Logo em seguida, Hernane Brocador quase colocou o Sport na vantagem novamente, quando mandou pra fora.

Dois minutos depois, no entanto, o Brocador não perdoou. Durval ajeitou de cabeça um cruzamento na área, e o camisa 9 mandou uma bomba para recolocar o Leão na busca pela classificação. Aos 36, o próprio Brocador sofreu uma entrada dura do zagueiro Thales, que foi expulso de campo. A festa já estava bonita na Ilha do Retiro. Faltava “apenas” o gol para ficar completa. Faltava. Aos 41 minutos, a defesa do Bahia errou na saída de bola e Élber se aproveitou para marcar o teceiro gol leonino. O gol da classificação, que fez a Ilha explodir de alegria.

Aos 45, Élber, que se emocionou bastante na comemoração, esteve muito perto de marcar o quarto, em grande jogada. Mas o goleiro baiano fez mais uma defesa espetacular. Nos últimos minutos, Hernane Brocador ainda teve tempo de fazer 4×1 para o Sport e fechar a noite com chave de ouro.

Fonte: Site Oficial do Sport


CESP Carpina
Cachorro Quente
Armazém Loureço
Maxima Contabilidade

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário