Lacca Laboratório
Falub
Farmácia Rangel
Esportes

Série “B”: Náutico empata com o Sampaio Corrêa


Série “B”: Náutico empata com o Sampaio Corrêa

O Náutico lutou até o final em busca da virada contra o Sampaio Corrêa, mas acabou empatando por 1×1, nesta sexta-feira (4), na Arena Pernambuco, pelo Campeonato Brasileiro da Série B.

O empate deixa o Timbu provisoriamente no sexto lugar, com 36 pontos. Os maranhenses estão na segunda posição, com 39. Os alvirrubros voltam a campo já nesta segunda-feira, quando enfrenta o Ceará, às 19h, na Arena Castelão.

O jogo começou com o Sampaio com mais volume. Aos quatro minutos, Raí cruzou pela esquerda e Valber, próximo à marca do pênalti, chutou forte. Júlio César fez grande defesa e colocou para escanteio.

Os visitantes abriram o placar aos seis. Após cobrança de escanteio de Nádson, Diones, de cabeça, fez o gol. Atrás no placar, o Náutico aumentou o volume de jogo e foi em busca do empate.

Aos 17 minutos, Hiltinho fez boa jogada, lançou para Rogerinho, que de cabeça deixou Patrick Vieira de cara com o goleiro. O meia-atacante finalizou e deixou tudo igual. Mesmo com o empate, o Timbu continuou em cima. Aos 21, Gastón chutou e o goleiro Rodrigo defendeu.

O volante Marino levou perigo aos 38. Ele chutou forte de fora da área e o arqueiro visitante colocou para escanteio. O primeiro tempo terminou com os alvirrubros com 60% de posse de bola.

No segundo tempo foi a vez do Náutico começa melhor. O Timbu teve mais volume nos primeiros 20 minutos, mas não conseguiu finalizar com perigo. Depois disso, os visitantes equilibraram a partida. Aos 26, Jheimy avançou em velocidade e tocou na saída de Júlio César. A bola foi em direção ao gol, mas Ronaldo Alves salvou.

Nos dez minutos finais os alvirrubros partiram para a pressão. Aos 35, Bérgson cobrou falta com perigo. Ela passou muito perto da trave direita. No minuto seguinte, Douglas tocou para Bergson, que se esforçou para chegar na bola, mas chutou fraco. Aos 40, Douglas finalizou e Rodrigo defendeu. Aos 42, Léo Rodrigues finalizou de fora da área e Júlio César colocou para escanteio.

No final, aos 48 Júlio César fez grande defesa em chute de Edgar e salvou o Náutico.

Hildo Neto / Assessoria CNC


Cachorro Quente
Maxima Contabilidade
Armazém Loureço
CESP Carpina

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário