Farmácia Rangel
Lacca Laboratório
Falub
Destaques

Ministério Público Eleitoral pede a condenação de Marcelo Gouveia por campanha antecipada em Paudalho


Ministério Público Eleitoral pede a condenação de Marcelo Gouveia por campanha antecipada em PaudalhoFoto: José Mailson / Voz de Pernambuco

O Ministério Público Eleitoral pediu a condenação do pré-candidato a prefeito de Paudalho pelo PSD, Marcelo Gouveia, por ter realizado campanha extemporânea no período carnavalesco na cidade de Paudalho. O pesedista distribuiu adesivos de carro e praguinhas que faziam referência a sua postulação eleitoral.

Além disso, houve a divulgação de músicas e vídeos que deixavam clara sua intenção de captar votos e antecipar a disputa eleitoral, práticas estas que ferem a legislação eleitoral.

Com isso, a assessoria jurídica do PSB Paudalho ajuizou uma representação eleitoral pedindo a condenação do pré-candidato e pagamento de multa no valor de 25 mil reais.

O Ministério Público Eleitoral deu parecer favorável ao pedido do PSB e ratificou o pedido de condenação contra Marcelo Gouveia. Vale destacar no parecer as palavras do Promotor Carlos Seabra:

“Tanta propaganda, com a precha de promoção pessoal,  no volume em que se dá, é intencional e possui um único objetivo subliminar, o voto, é claro! (…) Por todo o exposto o Ministério Público Eleitoral da 17ª Zona Eleitoral  manifesta-se pela TOTAL PROCEDÊNCIA DO PEDIDO FORMULADO NA INICIAL.” O parecer segue agora para a decisão da Justiça Eleitoral. Marcelo também reúne o apoio do ex-prefeito da cidade, Fernando Moreira (PTB)que obteve contas rejeitas no exercício da gestão pública em Paudalho.

Com informações da Assessoria do PSB


Cachorro Quente
Maxima Contabilidade
CESP Carpina
Armazém Loureço

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário