Farmácia Rangel
Lacca Laboratório
Governo Junho
Falub
Carpina

MPPE dá prazo de 40 dias para prefeitura apresentar proposta para aterro sanitário em Carpina


MPPE dá prazo de 40 dias para prefeitura apresentar proposta para aterro sanitário em Carpina

Na manhã desta segunda-feira (27) foi realizada na sede do ministério Público de Pernambuco (MPPE) em Carpina, uma audiência pública com o objetivo de discutir a situação do lixão na cidade. O MPPE determinou a prefeitura de Carpina um prazo de 40 dias para a apresentação do estudo técnico orçamentário completo e definitivo sobre sua proposta de implementação do aterro sanitário do município.

O encontro contou com a participação do assessor da prefeitura de Carpina Ivaldeci Hipólito, secretário municipal de meio ambiente Jorge Mozart, secretário municipal de obras Paulo Ribeiro, secretário de planejamento José Patrocínio, procurador do município Diego Alexandre, Coordenador de defesa Civil e secretário adjunto municipal de meio ambiente Sergio Wicks, vereadora Manu Lapa, Analista ambiente e engenheira florestal do CPRH Maria Aurenita e o Gerente de esgotamento sanitário e resíduos urbanos Rodolfo Aureliano.

Os representantes da prefeitura de Carpina alegaram que está sendo finalizado o estudo técnico para a implantação do aterro sanitário do município, e ainda existe a busca por parceiras com outros órgão públicos para obter recursos. Já a vereadora Manu Lapa, ressaltou a preocupação com a fumaça tóxica e gases líquidos gerados pelo lixão que chegaram ao limite e estão prejudicando a população. O CPRH ressaltou que não houve melhorias no lixão desde setembro de 2018.

Confira abaixo as entrevistas concedidas ao Voz de Pernambuco:





CESP Carpina
Maxima Contabilidade
Armazém Loureço
Cachorro Quente

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário