Belarmino
Pizza Expresso
Lacca Laboratório
Farmácia Rangel
Falub
Cidades

GAC-PE realizará capacitação em Timbaúba com profissionais de saúde para o diagnóstico precoce do câncer infanto-juvenil


GAC-PE realizará capacitação em Timbaúba com profissionais de saúde para o diagnóstico precoce do câncer infanto-juvenilImagem: Arquivo GAC-PE

O Grupo de Ajuda à Criança Carente com Câncer-Pernambuco (GAC-PE), realizará uma capacitação na cidade de Timbaúba, na manhã da próxima quarta-feira (16). De acordo com as informações, o projeto tem a finalidade de capacitar cerca de 300 profissionais de saúde para a identificação dos sinais e sintomas de alerta do câncer infanto-juvenil e assim ampliar os índices de cura. Participarão agentes comunitários de saúde, técnicos de enfermagem, enfermeiros, médicos e odontólogos.

O projeto faz parte das atividades em prol do Setembro Dourado, movimento nacional que busca conscientizar a sociedade sobre a importância do diagnóstico precoce e tratamento adequado do câncer em crianças e adolescentes. “Os familiares devem ficar atentos aos principais sintomas, como febre persistente, caroços, dores ósseas, vômitos e sangramentos”, pontua a presidente do GAC-PE.

A Ação – Principal causa de morte por doença, entre crianças e jovens de 01 a 19 anos, no Brasil, alcançando a marca de cerca de 3 mil óbitos por ano, o câncer infantojuvenil é uma enfermidade que vem preocupando cada vez mais os especialistas. Em 2015, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) Pernambuco registrou 286 novos casos nas unidades pernambucanas especializadas de tratamento. Pensando em qualificar o atendimento para garantir o diagnóstico precoce da doença, a SES lançou, no dia 20 de setembro, a versão estadual do “Fique Atento! Pode ser câncer”, projeto realizado em parceria com o Grupo de Ajuda à Criança Carente de Pernambuco (GAC-PE). O programa passará a capacitar profissionais de todo o Estado.

Até o fim deste ano, profissionais que atuam na atenção primária de todas as 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres) devem passar por treinamentos sobre o tema, sendo orientados sobre os principais sinais e sintomas dos diversos tipos de câncer infantojuvenil. As capacitações, ministradas por meio de videoconferência para todo o Estado, serão organizadas pela Tele-Educação do Núcleo de Telessaúde da SES-PE em parceria com a Superintendência de Atenção Primária e a Gerência de Atenção à Saúde da Criança e do Adolescente da SES.

“Nosso objetivo é conscientizar todos os profissionais que atuam no nível da atenção primária dos municípios, porta de entrada desses pacientes. Esses profissionais precisam e devem ser capacitados para identificar precocemente nos seus pacientes sinais do câncer infantojuvenil para, então, poder atuar da forma mais breve possível, elevando as chances de cura”, ressalta o secretário estadual de Saúde, André Longo.

De acordo com levantamento do Inca, cerca de 80% das crianças e adolescentes acometidos pelo câncer podem ser curados se o diagnóstico for precoce e o tratamento for realizado em centros especializados. “Nós estamos nessa batalha para tentar reduzir o índice de óbito das nossas crianças, porque, infelizmente elas ainda chegam aos hospitais com a doença em estágio avançado”, destaca a oncologista pediátrica e presidente do GAC-PE, Vera Morais.

A Entidade – Criado em 1997, o GAC-PE assiste, por dia, uma média de 70 pacientes ambulatoriais e 24 em situação de internamento. Todos realizam tratamento no Centro de OncoHematologia Pediátrica (CEONHPE) do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc). Além das ações com foco na assistência social, a entidade desenvolve projetos específicos de prevenção e humanização do tratamento.

 

 

 

 

*Com informações – Janyelle Moura / Assessoria Comunicação GAC-PE


Manoel Tomaz
Clínica Dr. Diogenes Vasconselos
CESP Carpina
Armazém Loureço
Cachorro Quente

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário