Lacca Laboratório
Farmácia Rangel
Falub
Cidades

Pernambuco irá aumentar a capacidade de testagem para Covid-19


Pernambuco irá aumentar a capacidade de testagem para Covid-19

Nesta terça-feira (31), a Secretaria Estadual de Saúde, anunciou que o estado irá ampliar os testes para Covid-19 no estado, podendo assim, realizar os testes em profissionais de saúde da rede pública e privada que estão em contato direto com pacientes suspeitos ou confirmados para a doença, e também naqueles que trabalham nas forças de Segurança. A ampliação dos testes será possível por meio de uma parceria firmada entre a Secretaria Estadual de Saúde e o Instituto Aggeu Magalhães (Fiocruz/PE). Com isso, será possível triplicar a capacidade atual de testes, saindo de 770 para 2.170 exames por semana, dependendo também do envio dos kits pelo Ministério da Saúde.

“Estamos tendo a oportunidade de ampliar a parceria com o Instituto Aggeu Magalhães, que anteriormente já se dava no âmbito das pesquisas na área de saúde. Atualmente, a Secretaria Estadual de Saúde tem a capacidade de realizar em média 770 testes do Coronavírus por semana, a partir dessa cooperação a gente vai poder triplicar o público que está testando”, ressaltou a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Luciana Albuquerque.

Os testes continuarão sendo os mesmos já realizados pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE), pela técnica RT-PCR, recomendada para pacientes no início dos sintomas, até 7 dias, e que identifica a presença do vírus ou parte dele na amostra coletada. Os kits de testagem, nesta parceria, serão encaminhados pelo Ministério da Saúde, que anunciou a ampliação do envio dos kits.

A empresa Genômika, especializada em testes genéticos e imunológicos, anunciou que nesta semana passará a compor os esforços do Estado para aumentar a realização de testes pela técnica RT-PCR. O laboratório irá realizar 300 exames por dia. Esse contrato está sendo feito em parceria com o Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami (LIKA) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

A Fiocruz-PE anunciou por meio da vice-diretora de pesquisa, Constância Ayres, que o instituto iniciará pesquisas para identificar medicamentos para o tratamento dos infectados com a Covid-19.

“Se eu tenho um teste que não é de confiança e ele dá um falso negativo, poderá gerar um grande fator de confusão entre toda a comunidade, dando uma falsa sensação de permissividade aquele indivíduo que foi testado. Isso poderá atrapalhar nas medidas de controle”, disse o secretário André Longo. Longo ainda informou que os kits de testagem rápida do Ministério da Saúde podem não chegar ainda nesta semana

O secretário André Longo ainda informou que os kits de testagem rápida do Ministério da Saúde (MS) não devem chegar mais esta semana, pela alta demanda dos estados e também a necessidade de realizar testes centralizados. O gestor ainda lembra que está em curso uma compra de mais de 350 mil testes rápidos pelo Consórcio Nordeste, que também está analisando a eficácia do que está sendo disponibilizado no mercado.


CESP Carpina
Maxima Contabilidade
Cachorro Quente
Armazém Loureço

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário