Governo do Estado
Lacca Laboratório
Farmácia Rangel
Falub
Nacional

Em 24 horas, Brasil registrou 114 mortes e atinge mais de 13,7 mil casos confirmados


Em 24 horas, Brasil registrou 114 mortes e atinge mais de 13,7 mil casos confirmadosSão Paulo - Uso de máscaras por passageiros na estação Pinheiros.

O ministério da saúde divulgou nesta terça-feira (7), o novo balanço de informações do COVID-19 em todo o país. Em 24 horas, foram confirmados o número recorde de óbitos no Brasil, foram 114 mortos, elevando para 667 o número total, já o número de casos confirmados chegou a 13.717.

São Paulo segue como epicentro da pandemia, com 371 mortes, mais da metade dos óbitos de todo o país. O estado é seguido por Rio de Janeiro, com 89; Pernambuco, com 34; Ceará, com 31, e Amazonas com 23 mortes.

Também já foram registradas mortes no Paraná (15), Distrito Federal (12), Bahia (12), Santa Catarina (11), Minas Gerais (11), Rio Grande do Norte (oito), Rio Grande do Sul (oito), Espírito Santo (seis), Goiás (cinco), Pará (cinco), Paraíba (quatro), Sergipe (quatro), Piauí (quatro), Maranhão (quatro), Alagoas (duas), Mato Grosso do Sul (duas), Amapá (duas), Rondônia (uma), Roraima (uma), Acre (uma) e Mato Grosso (uma).

O número de casos da covid-19 no país chegou a 13.717, o que marca um crescimento de 13,7% em relação a ontem (6), quando o balanço do Ministério da Saúde marcou 12.056 casos.

A taxa de letalidade do país subiu de 4,4% para 4,9%.

O número de novas mortes foi de 114, o maior desde a série histórica. Ontem, o número de novos óbitos havia sido de 67. O maior resultado nesse indicador havia sido de 73 falecimentos, registrado no sábado (4).

Com informações da Agência Brasil


Cachorro Quente
Maxima Contabilidade
CESP Carpina
Armazém Loureço

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário