Lacca Laboratório
Farmácia Rangel
Laje Forte
Rodrigo Fotografias
Falub
Cidades

Compesa realiza intervenções em Morojozinho e divulga novo esquema de abastecimento em Nazaré da Mata


Compesa realiza intervenções em Morojozinho e divulga novo esquema de abastecimento em Nazaré da Mata

Após anúncio na semana passada pela presidente da Compesa, Manuela Marinho, em agenda com as prefeituras da região, foram realizadas intervenções para a melhoria da captação de água da Barragem Morojozinho, localizada no município de Buenos Aires, dando mais confiabilidade para o cumprimento do novo regime de distribuição de água da cidade de 3 dias com água para 10 dias sem.

Segundo as informações, os serviços executados pela Compesa, em parceria com a prefeitura municipal, foram para remoção de um maciço de terra que impedia que a água disponível no manancial chegasse ao ponto de captação, conforme explica o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, Mozart Alencar.

“Como o nível da barragem baixou consideravelmente, percebemos que existia uma irregularidade no relevo que impedia que a água da bacia de acumulação chegasse ao ponto de captação de água. A partir daí, planejamos essa intervenção para que a água disponível voltasse a atender Nazaré da Mata. Foram horas intensas de trabalho, mas a equipe de campo conseguiu remover o maciço de terra e a água chegou da forma esperada ao ponto”, explicou Mozart.

A Compesa também deu início ao processo de reativação do Sistema de Abastecimento Usina Barra, outro projeto que vai contribuir para o aumento da oferta de água. A expectativa é que o sistema volte a operar em março, quando a Estação Elevatória de Água Bruta do Riacho Teitanduba, um afluente do Rio Siriji, ofertará 20 litros de água por segundo, ou seja, 25% da produção necessária para atender os moradores. Para reativação da unidade, novos equipamentos estão sendo adquiridos e um levantamento da estrutura da adutora também está sendo feito pelos técnicos da Companhia.

De acordo com a presidente da Compesa, Manuela Marinho, as ações propostas para o município vão ajudar a população a atravessar o período de escassez de chuvas com mais segurança hídrica. “Com esses investimentos para melhorar a oferta de água no município teremos condições de atender melhor os moradores até a próxima quadra chuvosa, prevista para iniciar em abril. Vale frisar que Morojozinho opera com apenas 11% da sua capacidade total de acumulação, no entanto, a Compesa desenvolveu soluções responsáveis para aplacar os impactos do período de escassez para a população preservando o manancial”, ponderou.

 

*Com informações – Assessoria de Comunicação/Compesa


Maxima Contabilidade
Armazém Loureço
Cachorro Quente
CESP Carpina

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário