Farmácia Rangel
Lacca Laboratório
Governo Junho
Falub
Carpina

Carpina: Pesquisa contratada por suposta beneficiária do bolsa família será alvo de investigação do MPF e PF


Carpina: Pesquisa contratada por suposta beneficiária do bolsa família será alvo de investigação do MPF e PF

Uma pesquisa eleitoral que foi realizada pelo instituto Sensatus entre os dias 6 e 8 de maio deste ano, sendo suspensa sua divulgação pela justiça eleitoral, será alvo de investigação do Ministério Público Federal (MPF) e da Polícia Federal (PF).

Na última quarta-feira (22), o juiz da 20ª Zona eleitoral, André Rafael de Paula Elihimas, sentenciou o processo que estava julgando a divulgação dos números da pesquisa, onde ficou determinada a não publicação do resultado devido a existência de algumas irregularidades.

Entre elas, a existência da contratação da pesquisa por uma pessoa que supostamente é beneficiária do bolsa família, já que foi encontrada na lista do ano de 2020 da prefeitura de Carpina. Sandra Alice de Souza teria contratado a pesquisa pelo valor de R$ 5 mil.

“Ora, se a contratante se encontra no cadastro de pessoas beneficiadas do bolsa-família, programa assistencial de renda governamental, não é crível que ela tenha o mencionado valor para gastar com pesquisas eleitorais. Considerando que a pessoa indicada como contratante não teria condições financeiras para tal, donde o caso, ao que parece, é de um contratante “laranja”, utilizado apenas para formalizar o contrato e obter a pesquisa, ocultando-se o verdadeiro interessado e, por consequência, escondendo-se a origem dos recursos utilizados na contratação da consulta eleitoral” afirmou o magistrado em trechos de sua decisão.

O ministério público eleitoral (MPEL) peticionou para que seja realizada investigação pelo MPF e pela PF e o juiz remeteu os autos “para apuração de indícios de recebimento fraudulento de recursos pela contratante da pesquisa, Sandra Alice de Souza, através do Programa Bolsa Família do Governo Federal, bem como para apurar se houve crime contra o patrimônio da União com o recebimento fraudulento do supramencionado benefício social”.

Veja a decisão completa: Sentença sobre pesquisa que supostamente foi contratada por beneficiária do Bolsa Família em Carpina


CESP Carpina
Armazém Loureço
Cachorro Quente
Maxima Contabilidade

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário