Farmácia Rangel
Falub
Lacca Laboratório
Belarmino
Pizza Expresso
Carpina

Em Carpina, Trabalhadores rurais do setor sucroalcooleiro de Pernambuco definem pauta da Campanha Salarial


Em Carpina, Trabalhadores rurais do setor sucroalcooleiro de Pernambuco definem pauta da Campanha Salarial

O Centro Social Euclides Nascimento, em Carpina, irá receber cerca de 350 trabalhadores e trabalhadoras do corte da cana e dirigentes sindicais  da Zona da Mata de Pernambuco, durante a realização do 23º Congresso de Delegados/as Sindicais e do 1º Encontro de Assalariados/as Rurais da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Assalariados de Pernambuco (Fetaepe), realizados, neste final de semana,  em parceria com a Fetape. Um momento de construir a pauta de reivindicações para a campanha salarial da categoria.

Para o início das atividades, esta prevista uma análise das conjunturas política e social, apresentadas pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag); e econômica, que será feita pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Em seguida, os/as delegados/as irão trabalhar, em grupos, a proposta de Pauta da 37ª Campanha Salarial 2016/2017 que, no dia 11 de setembro, será discutida e aprovada durante as Assembleias Gerais realizadas nos mais de 50 Sindicatos dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais da região.

A Fetape e a Fetaepe avaliam que o cenário político é desafiador para classe trabalhadora, uma vez que vivemos um momento de ataque aos direitos trabalhistas conquistados com muita luta, ao longo dos 37 anos de Campanha Salarial dos Canavieiros e Canavieiras de Pernambuco.

Já do ponto de vista econômico, as duas Federações  percebem que o setor sucroalcooleiro vive uma expectativa positiva para a safra 2016/2017, devido ao mercado mundial, com a previsão de aumento da exportação do açúcar e também por causa do preço desse produto que, segundo pesquisas, tem o valor da saca previsto para R$ 94, praticamente o dobro, se comparado à safra passada.

“Esperamos que as duas atividades sejam bastante participativas, pois estamos mantendo uma mobilização permanente em nossas bases, por meio de Patrulhas Rurais e reuniões com os  assalariados e assalariadas, em seus locais de trabalho”, afirma o diretor de Política Salarial da Fetape e presidente da Fetaepe, Gilvan Antunis.


Parque dos Maracatus
Cerâmica Campo Alegre
Armazém Loureço
Cachorro Quente
Donna

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário