Farmácia Rangel
Falub
Lacca Laboratório
Esportes

LIGA DOS CAMPEÕES: Bayern e Málaga garantem vaga na próxima fase


LIGA DOS CAMPEÕES: Bayern e Málaga garantem vaga na próxima fase

Arsenal quase consegue milagre, mas vaga fica com o Bayern

bzh9pezk4jlc2a4wcs2h8b6oa

O Arsenal bem que tentou aproveitar a atmosfera de religiosidade desta quarta-feira, mas o ‘milagre de Arsene Wenger’ ficou para uma próxima ocasião. Depois de levar 3 a 1 do Bayern de Munique em Londres, o clube inglês visitou os bávaros na Allianz Arena, venceu por 2 a 0, mas não conseguiu se classificar para as quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, no dia em que os cardeais da Igreja Católica elegeram o argentino Jorge Mario Bergoglio como novo papa.

Mesmo perdendo uma invencibilidade de 23 partidas envolvendo Champions, Campeonato Alemão e outras ligas nacionais, o Bayern de Munique garantiu sua vaga nas quartas de final da principal competição continental, assim como o Málaga, que eliminou o Porto nesta quarta-feira. Já o Arsenal, novamente caiu de pé. Em 2011/2012, o clube inglês levou 4 a 0 da Inter em Milão, venceu por 3 a 0 em casa e ficou a apenas um gol de garantir a classificação. De novo.

Com um gol marcado logo aos dois minutos de bola rolando, em uma das raras falhas defensivas do time bávaro e aproveitando o oportunismo de Giroud, o Arsenal criou sua esperança logo no início do confronto e só voltou a alimentá-la aos 39 do segundo tempo, quando Cazorla levantou a bola na área e o zagueiro Koscielny completou para o fundo das redes de Neuer, que praticamente não havia tido trabalho no segundo tempo. Em ritmo alucinante, o apito final de Pavel Kravolec foi como a fumaça branca do Bayern em Munique.

Málaga surpreende e elimina o Porto

eh2z486gsar63w7o5wh4e2wmp

No entanto, a juventude também teve participação decisiva na vitória espanhola. O jovem meia Isco, de 20 anos, fez jus à sua reputação ascendente como uma das principais revelações europeias e abriu o placar com um golaço aos 42 minutos do primeiro tempo, girando na área e acertando uma bomba no ângulo de Helton.

Logo aos três minutos do segundo tempo, Defour recebeu o segundo cartão amarelo por falta sobre Joaquín e o Málaga aproveitou a vantagem numérica, passando a dominar e chegando ao segundo gol com Roque Santa Cruz, que cabeceou uma cobrança de escanteio de Isco aos 32 minutos.

Enquanto o Málaga teve um gol de Saviola anulado ao segundo tempo, o Porto teve dois tentos anulados na etapa final, um do zagueiro brasileiro Maicon e outro do artilheiro colombiano Jackson Martínez, que perdeu uma chance clara. No entanto, o time andaluz garantiu a classificação e espera o sorteio de sexta-feira para descobrir seu adversário nas quartas de final.

Fonte: esporte.ig.com.br


Armazém Loureço
CESP Carpina
Maxima Contabilidade
Cachorro Quente

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário