Lacca Laboratório
Farmácia Rangel
Falub
Esportes

De olho no Goiás, Naútico faz treino diferente usando as mãos


De olho no Goiás, Naútico faz treino diferente usando as mãos

O treino do Náutico transcorria normalmente na tarde desta sexta-feira até que o técnico Zé Teodoro resolveu inovar. Montou o provável time titular alvirrubro que vai enfrentar o Goiás para um trabalho com bola, mas fugindo do tradicional. No lugar dos pés, ele pediu que os jogadores trocassem passes com as mãos deixando a movimentação muito mais parecida com handebol do que com futebol.

O trabalho chamou a atenção das pessoas que estavam presentes no centro de treinamentos pela inovação, mas segundo o próprio técnico Zé Teodoro o treino não é tão novo assim. Ele garantiu que em 2004, quando comandou o Náutico que foi campeão pernambucano, já realizava o trabalho com as mãos.

– Eu fazia muito esse treinamento em 2004 no time que tinha Marco Antônio, Gil Baiano e Kuki. Aquele time ganhava, convencia e dava espetáculo. Foi com esse treino que conseguimos.

Apesar de garantir que o treino com as mãos não é novidade, Zé Teodoro teve que destinar uma parte de sua entrevista coletiva para explicar o que quer com esse tipo de trabalho.

– Esse treino a gente faz com as mãos e com os pés também. Existe até um que é sem com a bola. É só para os jogadores ficarem com as jogadas no subconsciente deles. Quando o trabalho for para os pés já vai estar marcado na cabeça deles o que vamos utilizar.

É só para os jogadores ficarem com as jogadas no subconsciente deles. Quando o trabalho for para os pés já vai estar marcado na cabeça deles o que vamos utilizar”

Zé Teodoro

O time que participou do trabalho tinha Ricardo Berna; Auremir, Jean Rolt, Willian Alves e Dadá; Elicarlos, Derley, Tiago Real e Angelo Peña; Maikon Leite e Olivera. A grande novidade foi Auremir, que não tinha treinado por conta de uma gastroenterite na última quinta-feira. O zagueiro Luiz Eduardo reclamou de dores musculares e foi poupado. Dadá foi o escolhido para substituí-lo.

Treino é novidade para alguns jogadores

Se Zé Teodoro já conhecia esse tipo de treino de longas datas, alguns jogadores se surpreenderam nesta sexta-feira com a movimentação. O atacante Maikon Leite, que já teve passagens por Santos, Atlético-PR e Palmeiras, nunca tinha trabalhado com as mãos.

– Eu nunca tinha treinado assim. Foi uma maneira nova do Zé. Ele falou que ia começar com a mão e a gente concordou porque quem manda é ele, brincou o atacante.

Se Maikon Leite não conhecia, o volante Auremir fez questão de deixar claro que já tinha trabalhado daquela maneira.

– Já trabalhei com a bola na mão sim. É mais para ter leitura de jogo. Com a bola na mão a gente pensa mais. É uma forma de tentar fixar a maneira que ele quer que jogue.

Fonte: globoesporte


CESP Carpina
Maxima Contabilidade
Armazém Loureço
Cachorro Quente

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário