Lacca Laboratório
Falub
Farmácia Rangel
Esportes

Sulamericana: Na estréia de Falcão, Sport fica no empate e decisão será na Argentina


Sulamericana: Na estréia de Falcão, Sport fica no empate e decisão será na Argentina

O Sport recebeu, na noite desta quarta-feira (23), o Huracán da Argentina, para o primeiro jogo das oitavas de final da Copa Sul-Americana. A partida marcou a estreia do treinador Paulo Roberto Falcão no comando leonino. O segundo adversário do Leão na competiçao internacional veio ao Recife na intenção de fazer um jogo lento, tentando definir em uma bola ou levar a decisão para o jogo da próxima semana, em Buenos Aires. Entretanto, a equipe rubro-negra se impôs e conseguiu largar na frente no placar, com gol marcado por André, de cabeça.

Porém, em um lance de pênalti, os argentinos encontraram o empate. A decisão fica para a próxima semana, quando as equipes vão se enfrentar no Tomás Adolfo Ducó, a casa do Huracán. Ao Sport só interessará a vitória. Os times que hoje eram desconhecidos um para o outro, se encontrarão na próxima semana conhecendo pontos fortes e fracos um do outro.

O jogo

O Sport foi a equipe que visivelmente correu mais durante o primeiro tempo. Se impondo e saindo para o jogo, o Leão conseguia encontrar espaços para chegar no setor de ataque e antes dos 15 minutos da primeira etapa criou pelo menos duas chances de gol. Uma das boas oportunidades do Sport foi com Marlone que, mesmo isolado pelo lado esquerdo, arrancou do meio campo para a área e chutou para o gol, mas a bola morreu na defesa do goleiro argentino. Ainda na primeira metade do jogo, o Huracán já percebia que não estava diante de um adversário fácil. Os rubro-negros seguiam pressionando e segurando a bola no campo de ataque, enquanto o goleiro Danilo Fernandes seguia tranquilo e sozinho na área do Leão.

Outros aspectos que chamaram atenção em Sport x Huracán foram as duras faltas por parte dos argentinos e a economia de cartões do árbitro colombiano Adrián Vélez, que fez vista grossa para uma série de lances violentos. Um dos poucos momentos em que a postura ríspida dos jogadores do Huracán foi punida pelo juiz, foi na falta marcada perto da área, aos 32 minutos do 1º tempo. Marlone driblou duas vezes o mesmo jogador e foi derrubado. O meia cobrou a falta, direto para o gol, o goleiro rebateu e a zaga afastou. Ainda que o Huracán tentasse encontrar espaço no campo leonino, o Sport seguia pressionando e buscando o jogo. Na sequência, com o jogo parado, Toranzo chutou o atacante André. O árbitro estava na frente do lance, mas não tomou nenhuma atitude.

O jogo mudou bastante no 2º tempo. O Sport voltou ainda mais disposto a balançar as redes, forçando o Huracán a reagir. Logo no início da segunda etapa, aos 6 minutos, Marlone iniciou uma bela jogada fez fila no meio de campo, tocou para Maikon Leite na direita, que cruzou para André e ele cabeceou para o fundo do gol, abrindo o placar. Atrás no placar, os argentinos “acordaram” e passaram a ter mais velocidade em campo. Outra boa chance do Leão começou com Diego Souza lançando para Régis. O meia tocou de peito para Renê, que chegou chutando e tirou tinta da trave.

O Huracán ofereceu perigo para a meta rubro-negra quando o atacante Ábila girou em cima da defesa leonina e mandou uma bomba no travessão. No rebote, Moreno, sozinho, chutou para fora. O técnico Falcão, estreante da noite, fez a primeira mudança no Sport aos 22 do 2º tempo. A troca inicial foi a saída de Régis para a entrada de Élber. Em seguida, trocou Diego Souza por Wendel e sua última alteração foi Hernane no lugar de Maikon Leite.

A falta que resultou em pênalti para o Huracán, que em seguida gerou o gol de empate argentino, aconteceu aos 28 minutos, quando o zagueiro Matheus Ferraz derrubou o atacante Ábila dentro da área. Bogado cobrou a penalidade, o goleiro Danilo Fernandes ainda conseguiu cair para o lado certo, mas não conseguiu evitar o gol. Os minutos finais de partida foram intensos. As duas equipes seguiram brigando forte para conseguir o gol de desempate. Aos 38 minutos, Marlone cobrou falta na área e Rithely cabeceou para o gol, mas o juiz marcou falta do volante na disputa.

Fim de jogo, placar empatado em 1 a 1 e próximo encontro marcado para o dia 30/09, na Argentina. O Sport viaja na segunda-feira (28).

Fonte: Site Oficial do Sport


Maxima Contabilidade
Cachorro Quente
Armazém Loureço
CESP Carpina

Compartilhe nas redes


Deixe seu comentário